Fio dentário e uso de elixir oral LISTERINE®: instruções de utilização

A escovagem dos dentes deve ser completada com um elixir oral diário e o uso do fio dentário. Descubra as vantagens dos complementos de escovagem. 

 

 

1. ESCOVAGEM

Aprenda a escovar bem os dentes. Para uma boa escovagem dos dentes, deve-se despender pelo menos dois minutos.

Para a escovagem recomenda-se que a escova forme um ângulo de 45º com as gengivas, fazendo movimentos curtos e suaves tanto sobre a superfície interna como externa de cada dente, realizando um movimento que abranja a superfície do dente e da gengiva.

Recorde-se de limpar todos os dentes e superfícies: dentro, fora, suferfícies de mastigação e os dentes de difícil acesso. Tenha especial cuidado ao longo da linha das gengivas. Concentre-se em limpar exaustivamente cada secção. Para conseguir um hálito fresco, recorde-se de escovar a língua.

Se ocorrer hemorragia nas suas gengivas, não deixe de as escovar, com uma escovagem exaustiva pode regredir o aparecimento da gengivite. Visite o seu dentista se a hemorragia persistir.

É importante escolher uma escova adequada. Seguir a técnica de escovagem não tem sentido se não dispomos das ferramentas certas. Uma escova suave ou média, com cerdas sintéticas e cabeça pequena é a melhor para chegar a zonas de difícil acesso. Por outro lado, é importante substituir a escova quando começar a mostrar sinais de desgaste ou a cada 3 meses.

ESCOVAS ELÉTRICAS: INSTRUÇÕES

A técnica de escovagem é praticamente a mesma com as escovas elétricas. Passe a escova lentamente por todos os dentes, tanto na superfície externa como interna, sem demasiada pressão. O movimento circular é suficiente para eliminar a maior parte da sujidade. 

Paso 1: el cepillado

2. LIMPEZA INTERDENTAL COM FIOS E ESCOVAS ESPECIAIS

É difícil aceder ao espaço interproximal, o que se encontra entre os dentes. Com frequência permanecem restos de alimentos nesta zona que não se podem eliminar com a escova. Para limpar esta zona deve utilizar-se diariamente o elixir oral e o fio dentário, que também ajudam a prevenir a formação da placa bacteriana e a proteger os dentes e gengivas.

 

COMO UTILIZAR O FIO DENTÁRIO? 

  • Corte cerca de 45 cm de fio dentário, que está disponível normalmente num rolo.
  • Enrole cada extremo à volta dos seus dedos.
  • Segure o fio com os polegares e mantenha-o esticado.
  • Passe o fio entre os dentes usando movimentos verticais, mas também ao longo da linha da gengiva.
  • Para uma maior higiene, mude de secção de fio dentário em cada dente.

 

 

3. USO DO ELIXIR ORAL

Há muitas superfícies da boca onde as bactérias se podem alojar: os dentes, naturalmente, mas também a língua e as gengivas. O uso do elixir oral depois da escovagem é importante para reduzir a sua proliferação.

Os elixires podem usar-se diariamente para manter uma boa saúde oral ou de forma temporária para problemas específicos.

Os elixires de uso diário como LISTERINE® devem ir sendo incorporados na rotina diária de higiene oral como complemento da escovagem e do fio dentário. Entre as características dos elixires de uso diário há que destacar a importância de um bom efeito antibacteriano, capaz de eliminar a placa bacteriana, proteger as gengivas e combater as bacterias que causa a halitose. Os elixires á base de óleos essenciais  são uma ótima escolha, já que demonstram ter uma boa eficácia em todos os aspetos.

Entre os elixires utilizados de forma mais específica, encontramos, por exemplo, elixires com cloro-hexidina, usados amplamente em odontologia com concentraçoes de 0,2% e 0,12% pela sua eficácia na prevenção de infeções devidas a intervenções odontológicas. O uso destes elixires  está contudo restrito a periodos breves, de 1 a 2 semanas, já que uma exposição prolongada ou excessiva pode causar efeitos indesejados como a coloração dos dentes e da língua. Se tem dúvidas sobre que elixir oral é o que melhor se adapta às suas necessidades consulte o seu dentista.  

 

4. VISITAS AO DENTISTA

Considera que tem dentes e uma boca saudável porque escova os dentes diariamente? Esta não é uma desculpa para não visitar o seu dentista! O seu dentista dirá quantas vezes deve fazer um check-up. Muitas pessoas não visitam regularmente um dentista.

PORQUE É IMPORTANTE VISITAR O DENTISTA PERIODICAMENTE?

A placa bacteriana que se forma na superfície dos dentes é composta por proteínas salivares, bactérias, açúcares complexos e ácidos. A escovagem dos dentes, o uso fio dentário e o uso de elixir oral reduz estes depósitos. No entanto, se a higiene oral não for ótima, a placa bacteriana acaba por se formar no longo prazo, e com a acumulação dos minerais converte-se em tártaro.

Uma vez formado o tártaro, deve ser eliminado por um dentista ou higienista oral. O tártaro é um dos fatores responsáveis da gengivite e da descoloração dos dentes. Por isso, recomendamos que vá ao dentista com regularidade. 

CHECK-UPS PERIÓDICOS

A função dos dentistas consiste tanto em prevenir como em tratar. Em primeiro lugar, o seu dentista deverá conhecer:

  • As características da sua boca.
  • Os seus hábitos alimentares e o tipo de bebidas que consome.
  • Se segue algum tipo de medicação.

Porquê? Para o aconselhar sobre hábitos de higiene oral adequados e ajudar a incorporá-los na sua vida diária. Pode recordar como escovar os dentes corretamente e aconselhar-se sobre o melhor elixir oral a usar.

Visite o seu dentista regularmente. Recorde-se que é recomendável levar as crianças ao dentista desde pequenos.

 

LIMPEZA ORAL

PARA PROTEÇÃO DOS DENTES E GENGIVAS

Nas consultas regulares, o dentista pode recomendar uma limpeza oral, que ajudará a prevenir a gengivite. As limpezas orais consistem na eliminação da placa bacteriana e do tártaro mediante raspagem ou ultrassons, com um posterior polimento dos dentes para devolver o seu brilho natural. 

Nota:

    COOKIE SETTINGS PANEL

    1st Party cookies: Necessary Cookie =:: Enhancement=

    When you refuse the use of - 1st or 3rd party - cookies, this site will not behave as designed due to the unavailability of cookies.