Gengivas inflamadas? Conheça possíveis causas e que alimentos evitar

Gengivas inflamadas e inchadas podem ser um sinal da doença periodontal, também conhecida como gengivite quando em sua fase inicial.

Quando as pessoas não praticam uma higiene dentária adequada, as bactérias na boca formam uma placa bacteriana nos dentes. Estas bactérias podem causar inflamação das gengivas, o que resulta em gengivas vermelhas, inchadas ou a sangrar.

Para muitas pessoas com gengivite, esta inflamação não é dolorosa. Se apanhar a gengivite cedo, esta pode ser invertida e curada com uma higiene oral adequada. Mas se não for tratada, a gengivite pode piorar e, em última análise, levar à perda de dentes.

A inflamação da gengiva pode ser acompanhada de sintomas que podem variar de acordo com as causas. As mais comuns, são:

- Gengivas e as hormonas

Algumas mulheres descobrem que têm problemas de gengivas durante a puberdade, menstruação, gravidez, e menopausa. A gengivite de gravidez tipicamente começa no segundo ou terceiro mês de gravidez e continua até ao oitavo mês, causando dores, inchaço e hemorragia das gengivas. A utilização de produtos contraceptivos orais pode causar problemas gengivais semelhantes.

- Gengivas e o tabaco

Fumar pode ser extremamente prejudicial para as suas gengivas. As pessoas que fumam são muito mais propensas a desenvolver doenças gengivais.

- Gengivas e a escovagem

Na busca de manter os dentes limpos, poderá ser tentado a escovar os dentes o mais vigorosamente possível. As gengivas são feitas de tecido delicado, por isso escovar da forma errada pode danificá-los. Assim como o uso do fio ou fita dentária. Para ter a certeza de que o seu hábito saudável não está a causar inchaço ou sangramento das gengivas, seja gentil quando usar o fio dental. Em vez de forçar o fio dental entre os dentes, deslize-o cuidadosamente para cima e para baixo.

Mas o que está a comer pode ser tão prejudicial quanto seus hábitos. Veja abaixo 5 alimentos que podem danificar a sua boca e a higiene oral:

N.º 1: Gelados

Este prazer gelado prejudica as gengivas, especialmente as que já estão vulneráveis. Em geral, os açúcares adicionados na maioria dos doces não são recomendados porque levam à libertação de ácidos corrosivos. Além disso, a baixa temperatura do gelado pode irritar as gengivas nos lugares onde já começaram a desgastar-se, expondo as raízes à sensação de quente e frio. Isto não significa que deve eliminar os doces da sua dieta. Mas tente não consumir alimentos com açúcar.

N.º 2: Tomates

Assim como as dietas ricas em açúcares que não promovem gengivas firmes e saudáveis, as dietas de elevada acidez também nos afetam. E apesar de os tomates serem saudáveis em muitos aspetos e ricos em antioxidantes, este fruto sumarento tem uma acidez muito elevada. Quando come estes alimentos, é como se desse um banho aos seus dentes com ácido que desgasta as gengivas e provoca cáries. Ao comer tomates, tente combiná-los com outros alimentos que neutralizem o ácido, como mozarela, carne magra ou frango, frutos secos, lentilhas ou atum.

N.º 3: Laranjas

Os citrinos, como as laranjas, as toranjas, os limões e as limas, são ácidos e contêm alto teor de açúcar natural das frutas, que pode danificar e desgastar os dentes e as gengivas. Existem outras formas de obter vitamina C, como consumir vegetais com alto teor de vitamina C, mas baixo teor de ácidos (como os brócolos, os espargos e as ervilhas), e frutas como meloa, melão e quivi (que contêm um teor mais alto de vitamina C do que as laranjas).

N.º 4: Pão

O pão branco e outros alimentos com alto teor de amidos, elaborados com farinha branca, não são recomendados para as suas gengivas. Talvez se surpreenda, mas o pão, as bolachas e as batatas fritas podem ser tão nocivas para as gengivas saudáveis como as guloseimas. Estes amidos são hidratos de carbono simples que se acumulam na boca e se dissolvem em açúcares simples, a partir dos quais se desenvolvem as bactérias orais, do tipo que provoca as cáries dentárias produzidas por ácidos.

N.º 5: Bebidas gaseificadas

Os refrigerantes permitem que a placa produza mais ácido para atacar o esmalte dos dentes. Assim, se beber refrigerante durante todo o dia, reveste essencialmente os seus dentes com ácido. Além disso, seca-lhe a boca, o que significa que tem menos saliva.

E por último, mas não menos importante, os refrigerantes de cor escura podem descolorir ou manchar os seus dentes. Uma nota: não escove os dentes imediatamente após beber um refrigerante. Isto pode, na verdade, acelerar a decomposição.

4 Hábitos não tão inocentes que podem perjudicar a sua boca

É amante do vinho (branco)

O vinho tinto pode manchar os dentes, mas sabia que o vinho branco, na realidade, pode danificar as gengivas devido ao seu alto teor de acidez? Uma solução simples consiste em assegurar-se que bochecha duas vezes por dia com um elixir oral.

Rói as unhas

Quer se trate de bater o pé continuamente ou contorcer as mãos, muitos de nós temos hábitos induzidos pelo stress. Se tem o hábito de roer as unhas, saiba que cada vez que leva a mão à boca e começa a roer, está a convidar para a boca todo o tipo de bactérias e sujidade que se alojam debaixo das unhas.

Não tem tempo

Se está demasiado ocupado/a ou demasiado cansado/a, não significa que tem de ignorar os cuidados orais. Todos nós tivemos falhas na nossa rotina de cuidados orais, mas a verdade é que assumir uma postura de descontração em relação à escovagem, ao uso esporádico do fio dental e elixir permite a acumulação de tártaro, o que dá lugar a cáries.

Por último, consulte regularmente o seu médico dentista para limpezas, geralmente a cada seis a 12 meses. As radiografias dentárias anuais podem ajudar a identificar doenças que não são vistas através de um exame dentário visual.

O que é a gengivite?

LISTERINE® Proteção Dentes & Gengivas

LISTERINE® Proteção Dentes & Gengivas Sabor Suave

LISTERINE® Total Care

LISTERINE® Total Care Sabor Suave